Blog da Kale - Lingerie | Moda | Noivas | Plus Size

Comprar Lingerie Para Quem?

Outro dia fui visitar uma loja de lingeries. Como com quase tudo hoje em dia, a visita rendeu posts nas redes sociais e, alguns dias depois, ouvi de um colega que viu a seguinte frase: “comprou muitas coisas pro seu homem?”. Na hora fiquei meio sem reação, mas a frase não saiu da minha cabeça, nem a sensação de que a brincadeira, por mais que comum de se ouvir, me incomodou.

É certo que a maioria das pessoas se importa com o que os outros pensam. Mas isso significa que precisamos comprar coisas somente para agradar ao outro? 

Quando se fala de lingeries femininas, na maioria das vezes a conotação atrelada é de sedução, de deixar o parceiro ou parceira de queixo caído e de apimentar a relação. E é comum que essa conotação não surja somente dos homens, mas das próprias mulheres. Mas será que depois de avançarmos tanto em termos de participação social e liberdade sexual, ainda precisamos focar unicamente nisso?

Ser uma mulher moderna significa estar ciente de todos os papéis que podemos representar e nos sentir confiantes de que somos capazes de nos desdobrar e alcançar o que desejarmos. Não importa se o peso não está nos padrões das capas de revistas, se você está solteira ou se ainda não alcançou todos os seus objetivos.

Comece se sentindo segura de quem você é e do que é capaz. Se vista para se sentir bem e confiante e mostrar aos outros a que veio. Compre a lingerie – compre a mais bonita, a mais confortável, a que te faz sentir maravilhosa.

Compre para atiçar uma chama no outro, mas não se limite a isso – compre também para atiçar a sua própria chama, se sentir bonita e poderosa.

Porque ao se sentir segura, sua auto estima irá crescer e isso sim trará maiores benefícios a você e a qualquer relacionamento. E quem sabe agindo dessa forma vamos mudando o jeito que muitas vezes nos vemos e o que os outros esperam de nós…

E você, o que pensa sobre isso? Compartilhe conosco! E que tal escolher um presente para si mesma?

Por Maria Fernanda Peixoto